O QUE É

A Constelação Familiar é uma prática terapêutica que se baseia no princípio de que, muitas das nossas dificuldades atuais são reflexo de memórias transgeracionais e confusões familiares que tiveram início em alguma época, se tornaram crenças e hábitos e que, se perpetuaram ao longo das gerações. Essas histórias familiares acabam direcionando, de maneira inconsciente, a forma como fazemos nossas escolhas de vida. Quando nascemos, herdamos muito além da aparência física dos nossos pais, herdamos também, comportamentos, como estratégias de sobrevivência, emoções, traumas e crenças. Essas heranças invisíveis atuam como programações que nos direcionam em nossas vidas e em nossas relações.

Através de uma Constelação olhamos para a origem sistêmica de nossas questões atuais e como consequência algo muda em nós. Olhamos para o que há por trás de um sintoma, de um bloqueio ou de um conflito. Dessa maneira, a Constelação Familiar nos ajuda a quebrar padrões familiares destrutivos, liberando memórias, sejam elas conscientes ou inconscientes e conteúdos reprimidos que estão se manifestando como impedimentos de vida.

Padrões de acontecimentos sinalizam que algo do passado precisa ser olhado e liberado. Quando incorporamos o destino de um familiar através de suas memórias que vivem em nós, acabamos por repetir histórias de exclusão, sofrimentos, vícios, inversão de papéis sem que tenhamos controle sobre isso. Através desse olhar mais amplo que a Constelação Familiar nos oferece, muitos conflitos podem ser sanados, comportamentos podem ser modificados e bloqueios superados. Quando participamos de uma constelação, podemos descobrir novos caminhos e soluções para nossas vidas.

Com a Constelação Familiar podemos também, perceber nosso posicionamento na hierarquia familiar e alinhar nossa postura com foco no equilíbrio de nossas relações.

Esses princípios sistêmicos, se estendem também para outros grupos, seja o ambiente de trabalho, de estudos, para a família que constituímos e todos os demais grupos a que pertencemos. Esse olhar sistêmico nos permite expandir nossa consciência, nosso auto conhecimento e nosso poder pessoal.

Aquele que sabe qual é o seu lugar na família, sabe também qual o seu lugar no mundo.

A Constelação Familiar é uma abordagem terapêutica criada pelo filósofo e psicoterapeuta alemão Bert Hellinger que olha para as questões/dificuldades individuais por um panorama coletivo, sistêmico, familiar.

Essa ideia nos leva a pensar nas famílias com repetidos casos de perdas, alcoolismo, vícios, violência, desarmonias, doenças entre outros acontecimentos que parecem estar conectados por algum tipo de sina ou de lei familiar. É como se alguns membros da família se sentissem fadados a repetir uma história que, por mais que tentem mudar, acaba sendo revivida por eles ou seus descendentes.

A Constelação Familiar  pode ser realizada em grupo ou de forma individual, presencialmente ou à distância.

LEIA TAMBÉM: